08 fevereiro 2020

I love you, meu xuxu!


A proposta de fevereiro do Together é falar de todas as paixonites que já tivemos por algum personagem fictício. Resolvi focar só nos meus crushes de livros, e acabei com essa lista:

Edward, da série Crepúsculo:
fiquei na dúvida se revelava esse meu segredo sombrio ou não, mas o Edward foi o meu primeiro crush literário e merecia estar na lista. Quando eu li Crepúsculo pela primeira vez, lá pelos idos de 2008, eu fiquei super apaixonada pelo Ed. Ele era bonito, rico e ~perigoso~. E, o mais importante, se apaixonou por uma garota sem graça como a Bella. Ele me deu esperanças de um cara bonito, rico e perigoso se apaixonar por mim também haha

Jesse de Silva, da série A Mediadora: A Mediadora foi a segunda série sobrenatural que eu li, depois de Crepúsculo, e eu não consegui resistir ao fantasma latino que chamava a mocinha de "mi hermosa" (para ser bem sincera, não consigo me lembrar de mais muita coisa sobre ele).

Howl, da trilogia O Castelo Animado: O Castelo Animado é um dos meus livros favoritos, e isso se deve em parte ao Howl. Ele é diferente do Howl do filme, bem mais caprichoso e vaidoso, e adoro as interações dele com a Sophie!

Sean, de A Corrida de Escorpião: vou resumir o meu crush por ele em uma citação:

"- Não serei seu ponto fraco, Sean Kendrick.
Agora ele me olha. Diz, muito suavemente:
- É tarde para isso, Puck."

Reyn, da trilogia Amada Imortal: um lorde viking vivendo nos tempos modernos. Por fora ele é todo durão e reservado, mas por dentro ele é um cachorrinho fofo. Eu estava até pensando em reler Amada Imortal esses tempos porque o romance dele com a protagonista é todo cheio de tensão no começo, e o desenvolvimento dele é bem gostoso de acompanhar.

Darkling, da Trilogia Grisha: o tipo de vilão que a gente ama odiar. Ele é irresistível e sabe disso! Até achei o segundo livro meio chato porque ele quase não aparece nele. A trilogia vai virar série pela Netflix e, apesar de já ter tido um crush pelo Ben Barnes (o ator que vai interpretar o personagem), na minha cabeça o Darkling é bem mais bonito do que ele.

Esta postagem faz parte da Blogagem Coletiva de Fevereiro do Together, um projeto para unir a blogosfera! Para saber mais, clique aqui.

2 comentários:

  1. Nunca li nenhum desses livros (inclusive ler Crepúsculo pela primeira vez esse ano é uma das minhas metas pessoais), mas confesso que qualquer personagem com esse tom perigoso já tem metade do meu coração haha
    Beijos!

    Limonada

    ResponderExcluir
  2. Edward: o primeiro crush literário de todas nós. Caguei pra pele brilhante e todo resto!
    Difícil se envolver com homens reais quando tem os literários. Bem difícil.

    ResponderExcluir