08 junho 2020

Já faz 84 anos...

Em junho o Together faz três anos (parabéns, Together!) e um dos temas propostos no mês é falar sobre a nossa trajetória blogueira, o que eu já estava pensando em fazer porque o Tristezinhas Cotidianas também faz aniversário em junho! Não preciso nem dizer que eu não esperava por isso, né? Sou a rainha da exclusão de blogs, tanto que por anos NÃO ficar criando e excluindo blogs entrou nas minhas metas de ano novo.

Comecei a minha vida blogueira em 2006, quando ganhei o meu primeiro computador com acesso à internet. O meu primeiro blog se chamava Fricotes e era hospedado no UOL. Foi tentando deixar ele com a minha cara que aprendi a usar programas de edição de imagens e a mexer em HTML sozinha. Era tão divertido encher o blog de gifs, adicionar playlists e mudar a imagem do cursor! Haha Outro blog importante que tive no UOL foi o Popsicle. Com ele participei de vários awards e ganhei várias plaquinhas, e também com ele passei um dos momentos mais traumatizantes da minha vida: escrevi um post sobre uma professora com um nome bem incomum, e pesquisando o próprio nome na internet ela encontrou o meu blog e mencionou ele na sala de aula! Sorte que ela nunca descobriu que o blog era meu...

Já no Blogger, o meu primeiro blog a se manter firme e forte por bastante tempo foi o Efemerizar. Ele seguiu uma linha mais madura e clean, que eu já tinha começado a adotar nos últimos tempos do Popsicle, quando eu estava terminando o ensino médio e começando a entrar na ~vida adulta~. Acho que ele foi criado lá em 2012, mas ele acabou ficando um pouco largado depois que comecei a trabalhar em 2013, e acho que foi em 2014 que ele acabou de vez. Aí por cinco anos fiquei nessa de criar e excluir blogs, tanto no Blogger quanto no WordPress, até eu chegar ao Tristezinhas Cotidianas no ano passado. No começo eu nem me esforcei para dar nome a um blog que eu achava que ia ter o mesmo destino dos anteriores, era só Blog Sem Título da Vanessa ou algo assim, até que eu li "tristezinhas cotidianas" num livro, continuei postando nele regularmente (e o Together me ajudou com isso) e pá! Aqui estamos.

Em todos os meus blogs eu registrei vários momentos importantes da minha vida, e por meio deles eu fiz várias amizades bacanas também (oi Jaque, Carol, Grazi, Tati e Jana!). Outras redes sociais podem ser mais populares, mas eu ainda acho que ter um blog aproxima mais as pessoas.


Esta postagem faz parte da Blogagem Coletiva de Junho do Together, um projeto para unir a blogosfera! Para saber mais, clique aqui.

5 comentários:

  1. Que legal a sua tragetória Vanessa! Em 2006 eu via muitos blogs, mas nunca tive vontade de ter. Era ligadona no meu PS1 que tinha ganhado do meu pai, ai minha vida foi de jogar muito videogame, hihi. Eu adoro seu blog, layout simples e acolhedor. Espero que você fique aqui por muitos e muitos anos, o together é algo incrível que nos une a pessoas tão boas e inspiradoras! <3

    ResponderExcluir
  2. Oi, Vanessa, parabéns pelo aniversário do blog! ❤️
    Eu comecei a blogar mais ou menos nessa época também, embora eu seja mais velha. Demorei a ter computador e Internet em casa (ainda lembro a emoção que foi, nossa).
    Estou passada com o caso da professora. 😱 Eu tenho a boca muito grande, não sei como isso nunca aconteceu comigo. Rs
    E, sim, eu concordo, os blogs aproximam mesmo as pessoas. Todas as minhas amigas, hoje, sem exceção, são blogueiras ou ex blogueiras. São pessoas maravilhosas como você, que eu nunca teria conhecido sem essas pontes feitas pela Internet. (eu fiquei mega feliz de ler meu nome nesse post, é bom saber que o carinho é recíproco ❤️).
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. oi, Vanessa!
    também tive essa fase do cria, exclui, cria, exclui... quem nunca, né? hahaha. olhar pra trás e ver como a blogsfera (ainda é esse o nome?) mudou é ótimo, porque a gente muda junto. lembro que criei meu primeiro blog em agosto de 2014 pra escrever sobre o garoto por quem eu tava apaixonada na época (ai ai, adolescentes...), até o nome do blog fazia referência a uma música que ele gostava hahaha. hoje em dia eu nem tenho ele adicionado nas redes sociais mais.
    também aprendi html e edição graças a isso aqui. fiz amizades (apesar de ter perdido contato com uma das pessoas mais especiais que conheci aqui e não saber como retomar isso :/ ), enfim...
    parabéns pro blog e obrigada por continuar compartilhando com a gente!

    ResponderExcluir
  4. Realmente, você se parece um pouco comigo, apagando e abrindo blogs, mas acho que com o que eu tenho, com certeza eu vou continuar por um bom tempo, assim eu espero.

    ResponderExcluir
  5. AAAAAAA Eu já falei que sempre torço pra tu não excluir o bendito (um ano já!!!) então fui muito faceira ler essa história da tua trajetória com blogs pra ver como isso funciona pra ti, e fiquei mais faceira ainda ao ler meu nomezinho ali. 🥰❤️😭

    Também já falei mil vezes que não sou uma correspondente muito boa, mas quero que saiba que tu é minha maior Amizade de Blog e isso me deixa muito feliz. Amo a gente. ❤️✨

    Espero de verdade de verdade de verdade mesmo que o Tristezinhas Cotidianas continue aqui com a gente, amo muito (que fofo tu ter lido o título num livro, own, a origem do meu é toda wtf hahahah).

    (Chocada com o lance da tua professora descobrir o blog e mencionar em aula, MEU PAI AMADO. Eu ia ter um treco, gelaria na cadeira. Ainda bem que ela não te descobriu.)

    ResponderExcluir